As cores e suas sensações

É quase impossível falar da escola de arte bauhaus sem citar diretamente a história do uso das cores, mas você sabia que além de questões ligadas à estética, o uso ou a forma de aplicação de determinadas cores são responsáveis por uma série de estímulos conscientes e inconscientes para nós? E para além disso, o alemão Johann Wolfgang Von Goethe, que se aprofundou no estudo da Teoria das Cores, por exemplo, nos aponta que a identificação dos tons é subjetiva, mas que os efeitos são universais.

Outra estudiosa que também nos fala sobre isso é Eva Heller em seu livro “A Psicologia Das Cores” onde, após uma pesquisa realizada com mais de 2.000 pessoas, ela conseguiu nos demonstrar que cores e sentimentos não se combinam ao acaso e nem são uma questão de gosto individual: “são vivências comuns que desde a infância foram se enraizando em nossa linguagem e pensamento”.

Desse modo, as cores quentes (ex: vermelho, amarelo e laranja), mesmo que você não seja capaz de reconhecer todos os seus tons, são mais dinâmicas e causam sensações de conforto e estímulo, já as cores frias (ex: verde, roxo e azul) possuem um efeito mais suave e calmante. Isso, claro, vem do acúmulo de experiências particulares e culturais, um bom exemplo disso é como, para nós brasileiros, as cores verde e amarelo, quando juntas, nos remetem a um sentimento específico, que provavelmente não exista em pessoas de outras nacionalidades.

Sendo assim, pensar no uso das cores e criar uma paleta é uma possibilidade de gerar diferentes sensações e sentimentos, atuando diretamente na nossa auto percepção e também em nossa percepção do espaço, é quase como um superpoder em nossas mãos.


No campo da construção e arquitetura essas possibilidades são infinitas, a mistura de cores e texturas pode gerar amplitude ou dar a sensação de que o ambiente seja menor, mais frio ou quente, mais iluminado ou o oposto, dar destaque ou camuflar componentes da decoração. O azul, por exemplo, transmite a sensação de positividade e confiança, por isso é muitas vezes utilizada em ambientes comerciais ou bancos, já o vermelho é a cor que evidencia o impulso e a energia, e por isso sendo tão usado em redes de fast-food.


E foi a partir deste conhecimento que a Bauhaus criou as melhores cores para compor o nosso catálogo de Cimento Queimado, para que você possa viver experiências incríveis!

Venha conhecer mais sobre nossas cores e todas as suas possibilidades!